Menu

Demolidor de Stan Lee e Frank Miller

Daredevil o nosso Demolidor é sem dúvida um dos personagens mais fantásticos dos quadrinhos, o personagem é tão diferenciado que já vi muitos DCnautas dizerem que a única coisa que eles costumam ler de Marvel é a revista do Demolidor!!! Pois é, a essência de Matt Murdock criada por Stan Lee e lapidada por Miller fazem desse herói um caso único…Mais que especial, algo intocável.

Demolidor um herói cego, porém que enxerga melhor que qualquer humano! Como isso é possível? O mestre e gênio Stan Lee criou um personagem deveras inusitado, ao contrário do Homem-Aranha, X-Men, Quarteto Fantástico, Matt Murdock teve seus poderes adquiridos através de uma deficiência visual, ao tentar salvar um homem ironicamente cego, Matt foi atingido por produtos radioativos que o deixaram cego, porém seus outros sentidos foram ampliados de forma descomunal…Audição sobre-humana, paladar apuradíssimo, tato que consegue sentir a tinta nos livros e entendê-los e o principal seu sentido de radar que torna Matt Murdock um excelente lutador e defensor da cozinha do inferno.

O motivo de eu estar escrevendo sobre o Demolidor??? Bem, ironicamente a Panini lançou dois materiais que saíram meio que na mesma época, a Coleção Histórica Mavel  que mostra a origem e primeiras histórias do Demolidor nos anos 60, e também a obra prima de Frank Miller “O Homem Sem Medo” uma espécie de Ano Um do personagem, e a mesma genialidade inserida no Batman, Frank Miller usa no Demolidor, alias Demolidor é o personagem que consagrou Miller para o mundo depois disso ele foi trabalhar com o Morcego e marcou a história da indústria para sempre.

Tanto Stan Lee quanto Frank Miller são gênios incomparáveis em seus estilos, um nos anos 60 e outro nos sombrios anos 80… De um lado temos Lee que criou o personagem, inventou seus poderes, criou a galeria de vilões e a galeria de amigos de Matt…Inseriu temas como preconceito e desvalorização aos deficientes físicos, e junto a Bill Everett, John Romita e Gene Colan, esse homem marcou uma geração e é responsável por praticamente todos os heróis Marvel existentes.

Do outro lado temos Frank Miller, um furacão que surgiu nos anos 80 e balançou toda a estrutura das HQs, um homem que está intimamente ligado ao Demolidor, e o Demolidor está intimamente ligado a ele…Quando Miller colocou as mãos na revista Daredevil a publicação não ia nada bem e o título estava quase que lançado ao esquecimento, porém chegando de mansinho apenas na arte e pouco a pouco dando idéias criativas, Frank dominou a revista do diabo vermelho e junto com seu fiel amigo Klaus Janson, eles revolucionaram o personagem…O personagem passou a ser mais sombrio, teve temas intrigantes, teve sua vida virada de cabeça para baixo várias vezes, colocou elementos orientais tais como seu treinamento e método de luta, e claro, Elektra, ah sim, ele criou uma das personagens mais interessantes da Marvel. E anos depois ele nos brindou com O Homem Sem Medo definindo sua origem e deixando um legado intocável para Brian Michael Bendis, Ed Brubaker, Mark Waid e muitos outros, nenhum outro escritor conseguirá superar Frank Miller tanto em Demolidor quanto no Batman, isso é fato.

Por fim é interessante ler as duas publicações, em Paladinos Marvel vemos a origem do Demolidor lá nos anos 60, assim como sua galeria de personagens como Karen Page, Foggy e tantos outros, e no especial O Homem Sem Medo vemos a coroação da origem, mostrando Matt desde criança até chegar a ser o Demolidor, uma narrativa com carga dramática que só Frank Miller consegue contar.

Stan Lee é o cérebro, Frank Miller é o coração.

Stan Lee é o criador, Frank Miller é o aperfeiçoador.

Usando o  Cristianismo faço uma analogia como se Stan Lee fosse o Pai e Miller fosse o Filho, e é impossível dizer qual dos dois é mais importante, pois tanto o Pai quanto o Filho  coexistem por si só.

Viva o Demolidor, viva o mestre Stan Lee, viva o gênio Frank Miller.

Apaixonado por hqs dos anos 70 e 80, e acredita piamente que homem aranha e x-men voltarão a ser quadrinhos de ponta...